Atrações Turísticas

Situada no centro do Ribatejo, Casa d´Edite está próxima de todos os grandes eventos, locais turísticos e melhores segredos da lezíria Ribatejana. Ao longo do Rio Tejo e Zêzere vai encontrar um Portugal surpreendente repleto de cultura, gastronomia e paisagens naturais de extrema beleza.
Atreva-se a conhecer o outro lado de Portugal.

Golegâ

Eventos Equestres 2016

22 a 24 Abril - Concurso Internacional de Saltos de Obstáculos

12 a 15 de Maio - EXPOÉGUA -  XV Romaria a São Martinho

12 e 13 de maio - Campeonato Nacional Interescolar de Equitação

13 a 15 de maio - Concurso de Dressage Internacional 3* 

9 a 11 de setembro - Concurso Internacional de Saltos de Obstáculos 

1 de Outubro - Concurso Internacional de Atrelagem de Tradição

4 a 13 de Novembro - XLI Feira de S. Martinho

7 e 8 de Novembro - Campeonato Nacional Interescolar de Equitação

 

 

Outros Eventos 2016

10 de Abril - 3ª Meia Maratona da Golegã

21 e 22 de Maio - XTERRA PORTUGAL - XTERRA KIDS

4 de Setembro - II Color Run Golegã

8 a 11 de Setembro - “Olé Golegã”  •  8 a 11

21 a 25 Setembro - II Congresso Internacional

4 a 13 de Novembro - Open Tennis FNC

8 a 11 de Dezembro - IV Mercado de Natal

30 de dezembro - 3ª Corrida São Silvestre da Golegã

Vila Nova da Barquinha

 

Vila Nova da Barquinha, uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, região Lisboa e Vale do Tejo e sub-região do Médio Tejo. É sede de um pequeno município com 49,53 km² de área e 7322 habitantes .O município é limitado a norte pelos municípios de Tomar e Abrantes, a leste por Constância, a sul pela Chamusca, a sudoeste pela Golegã, a oeste pelo Entroncamento e a noroeste por Torres Novas.

 

C.M. Vila Nova da Barquinha

 

Castelo do Bode

 

A barragem de Castelo do Bode é uma das mais importantes barragens portuguesas. Faz parte do conjunto de barragensda bacia do rio Zêzere, em Portugal, tendo a montante a barragem da Bouçã. Situa-se nos limites dos concelhos de Tomar eAbrantes no distrito de Santarém. É uma das mais altas construções de Portugal.

A barragem de Castelo de Bode é utilizada para abastecimento de água, designadamente a Lisboa, produção de energia eléctrica, defesa contras as cheia e actividades recreativas. É utilizada pelos adeptos de desportos como o windsurf, vela,remo, motonáutica e jet ski, bem como da pesca desportiva (truta, achigã, enguias e lagostim vermelho).

 

Wiki Castelo do Bode

Constância

Situada no local onde o majestoso Tejo, encontra as águas hoje mansas do Zêzere, Constância estende-se ao longo da verde colina, salpicada de casas brancas, culminando onde a torre da Igreja de Nª Sª dos Mártires toca o azul do céu.

Magnífico na sua grandeza, o Tejo, deixando Constância à sua direita, confere-lhe a importância que Ihe deu em tempos, quando dela fez local de paragem para as mercadorias que transportava a caminho da capital.

Foi este Tejo que Camões cantou nos poemas, é ele "quem" vai testemunhar um dia, a presença do Grande Poeta, quando, à sua direita, as velhas ruínas forem suporte de uma nova "Casa dos Arcos", onde viveu o Poeta e digna do seu nome. É ao Tejo que o Zêzere vai contar, quando o encontra, que ali pertinho existe um monumento em memória a Camões, da autoria do escultor Lagoa Henriques, e, também um bonito jardim "HORTO CAMONIANO", onde existirá toda a flora e fauna por si cantadas, um anfiteatro ao ar livre cujo solo representa o Planetário de Ptolomou que terá influendado "Os Lusíadas", um reduto para jogos populares quinhentistas, um lago com peixes e nenúfares documentando a passagem pelo Oriente.

http://www.cm-constancia.pt/

Rio Zêzere

 

O rio Zêzere é um rio inteiramente português. Nasce na serra da Estrela, a cerca de 1900 m de altitude, junto ao Cântaro Magro. Ainda na zona da serra da Estrela, passa por Manteigas e próximo da cidade da Covilhã, seguindo depois para sudoeste, confluindo com o rio Tejo a oeste de Constância, após um curso de cerca de 200 km.

O rio Zêzere é o segundo maior rio exclusivamente português, após o rio Mondego. A sua bacia hidrográfica tem 5043 km² (dos quais 1056 km² pertencem ao rio Nabão). Os grandes desníveis, aliados ao caudal de água (por vezes superior a 10 000 m³/s.), representam uma notável riqueza hidroelétrica, aproveitada em três barragens (Bouçã, Cabril e Castelo de Bode), que produzem anualmente 700 GWh.

 

Wiki Rio Zêzere

Arripiado

 

A pitoresca aldeia do Arripiado, fica situada na Freguesia da Carregueira a norte do concelho da Chamusca, junto à margem sul do Rio Tejo. É nesta bela povoação que começa a famosa Lezíria Ribatejana. A aldeia foi edificada em declive que desce até à beira-rio. Junto ao cais do rio, bem como dos pontos dominantes das cercanias, vislumbram-se panoramas ímpares das povoações das margens opostas do Tejo. Nesta típica aldeia cujo casario branco trepa pela encosta e se reflecte nas águas do Tejo, que encontramos também os mais belos recantos floridos. As flores fazem parte da tradição desta Aldeia Ribeirinha, havendo mesmo a rua e o largo das flores... A olaria já fez a sua história mas hoje ainda se recriam algumas artes do povo. Entre elas salientamos os calafates que continuam a reparar os barco do rio, os trabalhos em cortiça, madeira e os bordados.

 

www.guiadacidade.pt

Arripiado

 

A pitoresca aldeia do Arripiado, fica situada na Freguesia da Carregueira a norte do concelho da Chamusca, junto à margem sul do Rio Tejo. É nesta bela povoação que começa a famosa Lezíria Ribatejana. A aldeia foi edificada em declive que desce até à beira-rio. Junto ao cais do rio, bem como dos pontos dominantes das cercanias, vislumbram-se panoramas ímpares das povoações das margens opostas do Tejo. Nesta típica aldeia cujo casario branco trepa pela encosta e se reflecte nas águas do Tejo, que encontramos também os mais belos recantos floridos. As flores fazem parte da tradição desta Aldeia Ribeirinha, havendo mesmo a rua e o largo das flores... A olaria já fez a sua história mas hoje ainda se recriam algumas artes do povo. Entre elas salientamos os calafates que continuam a reparar os barco do rio, os trabalhos em cortiça, madeira e os bordados.

 

www.guiadacidade.pt

Paúl do Boquilobo

 

A melhor época para observação da avifauna da Reserva vai do fim do outono ao fim da primavera. No Centro de Interpretação da Reserva poderá assistir a um filme e uma pequena exposição permanente.

Pontos de interesse

Centro de Interpretação da Reserva Natural do Paul do Boquilobo - ponto de partida para o percurso pedestre, nele poderá ver uma exposição permanente e visionar um filme sobre esta Área Protegida.

Observatório - a partir deste poderá reconhecer as diferentes espécies que existem nesta Área Protegida, sendo a melhor época para tal desde o inicio do outono ao final da primavera.

Colónia de garças - na primavera forma-se uma importante colónia de garças e colhereiros, vindos em parte de África, para se reproduzirem nesta zona.

http://www.icnf.pt

Rua Direita 95, 2140-665 Carregueira | Chamusca

casadedite@gmail.com+351 965422784 | +351 969088466